|
|
 
   SBOT DISCUTE ACESSO A PROCEDIMENTOS DE MÉDIA COMPLEXIDADE
 

   Os diretores da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia – SBOT e os representantes de 24 das regionais da entidade reuniram-se em Brasília, no último 17 e 18 de maio. Na oportunidade e na presença do coordenador geral de Urgência e Emergência do Ministério da Saúde, José Eduardo Fogolin, foi discutida a recente Portaria que define a estratégia para aumentar o acesso aos Procedimentos Traumato-Ortopédicos de Média Complexidade no âmbito do SUS.
    O presidente da SBOT, Flávio Faloppa, explica que os representantes dos vários Estados se reuniram para o ‘I Fórum Nacional de Regionais da SBOT’, durante o qual ficou patente a diversidade da situação nas várias regiões do País. Como alguns Estados encontram dificuldades para desenvolver programas próprios de Educação Continuada, foi decidido que a SBOT vai investir em eventos com esse objetivo, montando cursos que serão repetidos em cada uma das regiões e devem contribuir para a capacitação homogênea dos profissionais de Ortopedia e Traumatologia dos diversos Estados brasileiros.
    Para Faloppa, foi muito proveitosa também a discussão com o representante do Ministério da Saúde, pois no País inteiro existe uma demanda reprimida de atendimento de pacientes que necessitam procedimentos de média complexidade. “Frequentemente as pessoas precisam aguardar alguns dias para serem atendidas e, muitas vezes, acabam ficando com sequelas”, explica. Isso ocorre, apesar de haver quantidade suficiente de ortopedistas habilitados, pois o gargalo está nos serviços onde esses procedimentos podem ser executados e na falta de disponibilidade de órteses e próteses.
    A Portaria 880, que foi divulgada dia 17 de maio, estabelece critérios para aumento do número de leitos para os procedimentos de média complexidade, para aumentar a disponibilidade de órteses e próteses e também para melhorar a capacidade dos hospitais de atendimento a esse tipo de problemas.
    O documento objetiva ‘promover ações que visem ao aumento do acesso a procedimentos traumato-ortopédicos de média complexidade em todo o território nacional, identificar os estabelecimentos de saúde para o desenvolvimento das ações que visem a organização da atenção em traumato-ortopedia de média complexidade no SUS, reduzir o tempo de espera para os procedimentos citados e regular o encaminhamento dos pacientes vítimas de trauma que necessitem de tratamento definitivo em traumato-ortopedia’.
     Ainda durante a reunião, ficou definido que as áreas técnicas da SBOT trabalharão em parceria com o Ministério, tendo em vista o fornecimento de subsídios que sirvam para o estabelecimento da política de saúde pública no setor, uma vez que há grande empenho do governo tanto em reduzir o número de acidentes com envolvimento traumato-ortopédico, como em agilizar o atendimento dos pacientes.
     Além de definir as normas para que novos serviços e hospitais se habilitem para o atendimento de média complexidade, a Portaria lista os procedimentos contemplados. Entre os quais tratamento cirúrgico de fratura da clavícula, artroplastia de cabeça do rádio, patelectomia total ou parcial, reconstrução de tendão patelar, reconstrução ligamentar do tornozelo, tratamento cirúrgico de ruptura do aparelho extensor do dedo, tratamento cirúrgico de avulsão do grande e do pequeno trocanter, tratamento cirúrgica de fratura/lesão fisaria de ossos do médio-pé, reconstrução capsulo-ligamentar de cotovelo e punho, reconstrução de polia tendinosa de mão e redução incruenta de fratura/lesão fisaria de cotovelo, entre mais de 50 procedimentos.
 

Fonte: SBOT
 

 
 
  
 
 
 
     Galeria de Fotos
 
                         
 
 
 
Jornal SBOT-SC
Edição: Dezembro 2018

 
  
       
 
       
                                                                                                                                              
Links Úteis
 
 
 
"Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Regional Santa Catarina"
Rodovia SC 401 km 4, no3854, Saco Grande, Florianópolis/ SC | 48 3231.0329 | 48 9125.7669