|
|

Resolução obriga instituições a terem núcleos de segurança do paciente

 
Departamentos deverão elaborar, implantar, divulgar e manter Plano de Segurança do Paciente
 

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou nesta sexta-feira (26) no Diário Oficial da União uma resolução que obriga serviços de saúde no País a possuírem um Núcleo de Segurança do Paciente (NSP). Estes departamentos serão responsáveis por elaborar, implantar, divulgar e manter atualizado o Plano de Segurança do Paciente em Serviços de Saúde das instituições.

   A meta da agência é cobrar dos prestadores de serviços em saúde ações de melhora para a segurança dos pacientes. Instituições públicas, privadas, filantrópicas, civis e militares, incluindo de ensino e pesquisa, deverão se adaptar. Consultórios, laboratórios clínicos e os serviços de atenção domiciliar estão excluídos.

Serviços de saúde terão prazo de 120 dias para a estruturação dos NSPs e para elaborar o Plano de Segurança do Paciente, e outros 150 dias para começar a notificação mensal de eventos adversos. O descumprimento será considerado infração sanitária.

Os NSPs serão responsáveis pelo monitoramento dos incidentes e eventos adversos, que deverão ser mensalmente notificados à Anvisa. Óbitos devem ser comunicados em 72 horas. A Anvisa fará o monitoramento dos dados e vai divulgar relatórios anuais.
 
Fonte Saude Web
 

 
 
  
 
 
 
     Galeria de Fotos
 
                         
 
 
 
Jornal SBOT-SC
Edição: Dezembro 2018

 
  
       
 
       
                                                                                                                                              
Links Úteis
 
 
 
"Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Regional Santa Catarina"
Rodovia SC 401 km 4, no3854, Saco Grande, Florianópolis/ SC | 48 3231.0329 | 48 9125.7669